Image Alt

Federação Paulista de Ciclismo

24ª Volta Ciclística Internacional do Grande ABCD consagra mais dois nomes do ciclismo paulista

João Gaspar (AGI Cycling Team) e Wellyda Rodrigues

(ABEC Rio Claro) venceram na Elite pela primeira vez

Santo André (SP) – A galeria de campeões da Elite da Volta Ciclística Internacional do Grande ABCD ganhou mais dois nomes. Na 24ª edição da tradicional prova, realizada na manhã deste domingo, João Gaspar, da AGI Cycling Team, e Wellyda Rodrigues, da ABEC Rio Claro, foram os vencedores. Canibal, como João é chamado, completou os 126 km, com largada em Paranapiacaba, passando pelos sete municípios da região e com chegada no Paço Municipal de Santo André, com o tempo de 2h39min53seg. O segundo foi Teodoro Molina, da Pindamonhangaba Cycling Team, com 2h39min54, e o terceiro Felipe Ronzani, da Santos Cycling Team/Fupes, 2h39min56.

No feminino, que fez 56 km no circuito montado na Avenina Perimetral, em Santo André, a chegada foi bastante emocionante e definida no sprint. Wellyda marcou o tempo de 1h31min10seg349; seguida bem de perto por Luciene Ferreira, seis vezes campeã da prova da Pindamonhangaba Cycling Team, com 1h31min10seg444, e a vencedora do ano passado, Thayná Araújo de Lima, da Santos Cycling Team / Fupes, que fez o tempo de 1h321min10seg483.

Em um domingo de céu azul e muito calor, a 24ª Volta Ciclística Internacional do Grande ABCD movimentou o centro de Santo André. Reunindo 600 ciclistas de diversas categorias, evento foi uma festa de ciclismo e de solidariedade, com uma grande arrecadação de litros de leite que serão doados para projetos beneficentes.

“Gostaria de agradecer a todos que contribuíram para o sucesso do evento. Parabéns aos vencedores de todas as categorias e quero destacar o apoio da Polícia Militar, na pessoa do Comandante do CPA M6, Luiz Fernando Alves, da Guarda Municipal e das prefeituras e suas secretarias por mais uma edição de sucesso”, destaca o presidente da Federação Paulista Ciclismo, José Cláudio Facex.

Principal categoria do ciclismo, a Elite foi repleta de emoção. No masculino, que largou em Paranapiacaba, distrito de Santo André, a briga foi intensa. Após 66 km pelas cidades da região (Santo André, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo, Diadema, Ribeirão Pires, Mauá e Rio Grande da Serra), um pequeno grupo chegou à frente para as 15 voltas na Avenida Perimetral. O pelotão acabou alcançando o grupo, deixando a decisão para as últimas voltas e João Gaspar conseguiu guardar forças para vencer e garantir o título para a equipe da cidade de cândido Mota

“Quero parabenizar a Federação Paulista de Ciclismo pelo grande evento. Sabia que seria uma prova dura pelas dificuldades do percurso, mas estávamos confiantes. Tive sorte de estar na primeira fuga, que abriu um minuto, mas que foi alcançada no circuito. Percebi que tinha que guardar forças e a equipe fez um grande trabalho para que eu pudesse vencer”, destacou João Gaspar, de 31 anos, mais de 17 deles no ciclismo, natural de Sete Quedas (MS).“Esse resultado será bom para a equipe, que é nova e quer entrar firme no cenário nacional”, completou.

Feminino

A disputa da Elite feminina foi mais acirrada ainda e empolgante. As ciclistas andaram juntas praticamente o tempo todo e, na decisão, Wellyda, Luciene e Thayná chegaram forte para brigar pela vitória. A atleta da ABEC Rio Claro acabou levou a melhor no circuito de Santo André diante de duas ex-campeãs.

“Antes de tudo, agradeço à torcida e à organização da prova, que foi incrível. Alegria de trazer o resultado pra mim e para meu time, ainda mais com adversárias fortes. Espero todo mundo no ano que vem, inclusive as meninas que faltaram, para termos um evento ainda mais forte”, declarou a vencedora.

A 24ª Volta Ciclística Internacional do Grande ABCD é uma realização da Federação Paulista de Ciclismo – FPC, com a supervisão da Confederação Brasileira de Ciclismo – CBC e o apoio da Prefeitura Municipal de Santo André, por meio de suas Secretarias, e da Secretaria de Esportes do Governo de São Paulo.

Resultados Elite 2023

Masculino – 126 km

1. João Gaspar Igor (AGI Cycling Team), 2:39:53.884

2. Teodoro Molina (Pindamonhangaba Cycling Team), 2:39:54.132

3. Felipe Aparecido Brito Ronzani (Santos Cycling Team / Fupes), 2:39:56.199

4. Marcelo Mendes dos Santos (Team São Caetano do Sul), 2:39:56.237

5. Salomão Ferreira (São Caetano do Sul), 2:39:56.531

6. Cristian Egídio da Rosa (Taubaté Cycling Team/Tarumã/Araújo Simão), 2:40:00.310

7. Francisco Chamorro (Pindamonhangaba Cycling Team), 2:40:01.322

8. José Wladimir García Toledo (AGI Cycling Team), 2:40:06.016

9. Alan Valêncio Maniezzo (Taubaté Cycling Team/Tarumã/Araújo Simão), 2:40:06.699

10. Felipe Marques (Ert Pro Cycling Team), 2:40:07.952

Feminino – 14 voltas – 56 km

1. Wellyda Rodrigues (ABEC Rio Claro), 1:31:10.349

2. Luciene Silva (Pindamonhangaba Cycling Team), 1:31:10.444

3. Thayna Araújo de Lima (Santos Cycling Team / Fupes), 1:31:10.483

4. Carolina Barbosa Alves do Nascimento (Indaiatuba Cycling Team), 1:33:32.722

5. Alice Melo (ABEC Rio Claro), 1:33:33.793

6. Alessandra Fornel (Pindamonhangaba Cycling Team), 1:33:34.559

7. Elizabeth Berton (Lulu Five Team), 1:33:37.151

8. Karine de Macedo Frota (Santos Cycling Team / Fupes), 1:34:42.509

9. Juliana Anaja (Team Altino), 1:36:06.747

10. Vanessa De Freitas Carvalho Paris (Santos Cycling Team / Fupes), 1:36:08.550

Campeões

1998 – Daniel Rogelin (BRA)/Carla Camargo Gardenal (BRA)

1999 – Ryan Gray (EUA)/Janildes Fernandes (BRA)

2000 – José Reginaldo Cardoso (BRA)/Janildes Fernandes (BRA)

2001 – Márcio May (BRA)/Maria Lucilene Alves (BRA)

2002 – Hernandes Quadri Júnior (BRA)/Uênia Fernandes de Souza (BRA)

2003 – Jean Carlo Coloca (BRA)/Uênia Fernandes de Souza (BRA)

2004 – Renato Ruiz (BRA)/Maria Luzia Bello (BRA

2005 – Jean Carlo Coloca (BRA)/Luciene Ferreira Silva (BRA)

2006 – Francisco Chamorro (ARG)/Débora Gerhard (BRA)

2007 – Kléber Ramos (BRA)/ Kristien La Sasso (EUA)

2008 – Francisco Chamorro (ARG)

2009 – Breno Sidoti (BRA)/ Luciene Ferreira da Silva (BRA)

2010 – Edgardo Simon (ARG)/ Fernanda Souza (BRA)

2011 – Héctor Figueras (URU)/Sumaia Ali dos Santos Ribeiro (BRA)

2012 – Daniel Rogelin (BRA)/Luciene Ferreira da Silva (BRA)

2013 – Pedro Nicácio (BRA)/Luciene Ferreira (BRA)

2014 – Roberto Pinheiro da Silva (BRA)/ Valquíria Bento Pardial (BRA)

2015 – Alex Diniz (BRA) / Luciene Ferreira (BRA)

2016 – Murilo Affonso (BRA)/Cristiane Pereira da Silva (BRA)

2017 – Lucas Motta (BRA)/Luciene Ferreira (BRA)

2018 – Flavio Cardoso dos Santos (BRA)/Cristiane da Silva (BRA)

2021 – Micke Pereira (BRA)/Ana Paula Polegatch (BRA)

2022 – Kleber Ramos (BRA)/Thayná Araújo (BRA)

2023 – João Gaspar Igor (BRA)/Wellyda Rodrigues (BRA)

Add Comment

Fale com a gente

A federação está iniciando um novo ciclo que pessoas fantásticas

Erro: Formulário de contato não encontrado.

Ligue agora para mais informações