Image Alt

Federação Paulista de Ciclismo

Pindamonhangaba conquista duas medalhas de ouro no Campeonato Brasileiro de Ciclismo

Fonte e Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3

A equipe de ciclismo de Pindamonhangaba (UniFunvic/Semelp/Gelog), encerrou sua participação no Campeonato Brasileiro, em Londrina (PR), com duas medalhas de ouro, uma de prata e outra de bronze.

Os dois títulos brasileiros foram conquistados por Ana Paula Polegatch. O primeiro veio no contrarrelógio individual, realizado no dia 21 de outubro, no Autódromo Internacional Ayrton Senna.

Aniversariante do dia, a ciclista de Pindamonhangaba impôs um ritmo fortíssimo durante toda a prova e terminou os 15,1 km em 20min49, sendo 56 segundos mais rápida que a segunda colocada, Taise Benato (21min46), da Memorial/Santos. A medalha de bronze ficou com Tamires Radatz (21min47), da Avaí/Florianópolis. Com o título de 2021, Ana Paula Polegatch tornou-se tricampeã nacional de contrarrelógio. Os outros títulos foram em 2014 e 2017.

A ciclista falou sobre a conquista. “Estou feliz e emocionada. Gostaria de agradecer a todos da minha equipe, ao Manzo, ao Rone, pois não se ganha nada sozinha. Graças a esse trabalho conjunto, saímos daqui com o título”, disse a tricampeã brasileira.

No sábado (23), Polegatch repetiu o feito na prova de Resistência, disputada em um circuito com largada e chegada no Jardim Botânico de Londrina. Para chegar a vitória, a ciclista da equipe de Pindamonhangaba (UniFunvic/Semelp/Gelog) e uma da equipe de Santos conseguiram uma fuga do pelotão ainda na primeira volta e não foram mais alcançadas.

Faltando poucos metros para a chegada, Polegatch arrancou forte para cruzar a linha de chegada em primeiro lugar, após 87 km de pedal, e conquistar a medalha de ouro e também o seu primeiro título na prova de Resistência.

“Obrigada time, sem palavras para agradecer. Feliz demais. A camisa é nossa”, comemorou a ciclista de Pindamonhangaba.

A medalha de prata e a de bronze foram conquistadas por Gabriela Gonçalves, na categoria Sub23, na resistência e contrarrelógio, respectivamente.

O diretor-técnico Benedito Tadeu “Kid” comemorou o desempenho da equipe em Londrina. “Fechamos nossa participação no feminino com chave de ouro, literalmente. Corremos com três meninas e conquistamos quatro medalhas. Foram dois títulos brasileiros, uma medalha de prata e outra de bronze. Foi um espetáculo que aconteceu depois de muito trabalho de todos”, disse.

O diretor também destacou o trabalho do masculino, que embora não tenha conquistado pódio, fez um bom Brasileiro. “Mesmo com um time reduzido, conseguimos uma boa participação, com destaque para o Flávio Cardoso, que teve chances reais de brigar por uma medalha na resistência, mas ela não veio dessa vez. Agora é seguir trabalhando nesse fim de temporada, já pensando em 2022”, enfatizou.

A equipe de Pindamonhangaba no Brasileiro foi composta pelos ciclistas Flávio Cardoso, Euller Magno, Rodrigo Araújo, Gerson Muhlbauer, Otávio Bulgarelli, Juan Amarilla, Vitor Manzo, Luciene Silva, Ana Paula Polegatch e Gabriela Gonçalves. O diretor-técnico Benedito Tadeu Júnior, o técnico Manzo e o fisioterapeuta Rone Moura completaram o grupo em Londrina.

Patrocinadores: Prefeitura de Pindamonhangaba, Semelp (Secretaria Municipal de Esporte e Lazer de Pindamonhangaba); UniFunvic – Centro Universitário, GELOG, Penks Vestuário e FastCycle

Apoios: Géis Going, Logos Design, PortalR3 e Bike76.com

Add Comment

Fale com a gente

A federação está iniciando um novo ciclo que pessoas fantásticas

[contact-form-7 404 "Não encontrado"]

Ligue agora para mais informações